O cartório - 2 Cartório Ribeirão Preto Registro Civil - 2 Cartório Ribeirão Preto Edital - 2 Cartório Ribeirão Preto Notícias - 2 Cartório Ribeirão Preto Links - 2 Cartório Ribeirão Preto Contato - 2 Cartório Ribeirão Preto
Separador - 2 Cartório Ribeirão Preto
Separador - 2 Cartório Ribeirão Preto
Separador - 2 Cartório Ribeirão Preto
2 Cartório Ribeirão Preto 2 Cartório Ribeirão Preto 2 Cartório Ribeirão Preto
 
Registro Civil Serviços - 2 Cartório Ribeirão Preto
   
Livros Mercantis   
   
Lupa - 2 Cartório Ribeirão Preto
O que deve constar nos termos de abertura, já de acordo com a IN 102/06
Separador - 2 Cartório Ribeirão Preto
  • a) Nome da empresa, completo (como está registrado na JUCESC).
    b) NIRE (Número de Identificação do Registro de Empresas), lembrando que o NIRE de todas as empresas tem 11 dígitos). Ainda: se
    for livro da sede, o NIRE deve ser o da matriz, se for de filial, da respectiva filial. As guias de recolhimento também devem ser feitas
    separadamente: uma para a matriz e outra para cada uma das filiais.
    c) Data do arquivamento dos atos constitutivos ou do ato de conversão de sociedade simples em sociedade empresária pela
    Junta Comercial:
    d) Endereço da empresa (deve ser descrito de forma completa, tal qual consta no contrato social ou alteração posterior que o tenha
    alterado);
    e) a finalidade a que se destina o instrumento de escrituração (trata-se do nome do livro: Exemplo: Livro Diário, Livro de Entrada
    ICMS);
    f) o número de ordem do instrumento de escrituração (01, 02, 03...). Numeração crescente;
    g) a quantidade de folhas (se numeradas apenas no anverso), páginas (se numeradas no anverso e verso), fotogramas (se
    microfichas) e registros (se livro digital);
    h) CNPJ (se for livro da sede, CNPJ da sede, se for de filial, da respectiva filial).
       
    Lupa - 2 Cartório Ribeirão Preto
    O que deve constar nos termos de encerramento, já de acordo com a IN 102/06
    Separador - 2 Cartório Ribeirão Preto
  • a) Nome da empresa, completo;
    b) o fim a que se destinou o instrumento escriturado (trata-se do nome do livro: Exemplo: Livro Diário, Livro de Entrada ICMS;
    c) o período a que se refere a escrituração: Exemplo: Período da Escrituração: de 01/01/2006 a 31/01/2006. Se houver mais de um
    livro no mesmo exercício, tomar cuidado pois não será permitido intervalos, mesmo tratando-se de feriados, fim de semana... Deverá
    ser feito da seguinte forma: Período da Escrituração: 01/01/2006 a 25/05/2006. No livro seguinte obrigatoriamente o início deverá ser no
    dia imediatamente seguinte, ou seja, deverá ser feito assim: Período da Escrituração: 26/05/2006 a 31/12/2006.
    e) o número de ordem do instrumento de escrituração (01, 02, 03...);
    f) a quantidade de folhas (se numeradas apenas no anverso), páginas (se numeradas no anverso e verso), fotogramas (se
    microfichas) e registros (se livro digital);
       
    Lupa - 2 Cartório Ribeirão Preto
    Outras questões importantes a se observar quanto aos livros
    Separador - 2 Cartório Ribeirão Preto
  • a) Capa: costurada e encadernada de forma a impedir a substituição das folhas e constar a identificação do livro ou dos livros, tantos
    quantos estejam juntamente encadernados. Não podem ser colocados na mesma encadernação, livros contábeis e fiscais e nem
    encadernar livros de exercícios/anos diferentes.
    b) Contra-capa: deverá ser colocada contra-capa nos seguintes casos: havendo mais de um livro na mesma encadernação ou nos
    casos de que trata-se de capa transparente/térmica e não permite a identificação do(s) livro(s). Mesmo que da capa transparente possa
    se ver o termo de abertura, deverá constar a contra-capa. Esta, por sua vez, deverá constar, de acordo com o Decreto 1790/97: Nome
    da empresa, CNPJ, Nome do Livro e Ano/Exercício.
    d) Quem assina o livro: Contador, devendo ainda colar a etiqueta do CRC/SC dentro do prazo de validade e do empresário (se firma
    empresária) ou do administrador/diretor (se LTDA, S/A ou Cooperativa).
    e) Ressalvas: Todas as ressalvas deverão ser feitas de forma manuscrita, ou seja, a mão, e deve constar expressamente o que está
    sendo corrigido: Exemplo de como deve ser descrita e assinada:
    Ressalvas: a) nome correto: Terra Nossa Comércio e Indústria de Confecção LTDA. b) NIRE correto: 42209456381 c) CNPJ correto:
    00.867.069/0001-75
    Data __/__/___
    João da Silva Pedro Cunha
    João da Silva - Administrador Pedro Cunha – Contador – CRC/SC 74646
    f) PROCURAÇÃO:
    f.1) arquivada em requerimento (capa) próprio. Se for uma empresário (antiga firma individual) tarja azul, se for LTDA, a capa deve ser
    de tarja vermelha, se for S/A, amarela;
    f.2) os poderes na procuração devem ser especiais e expressos, ou seja, deve constar expressamente: para assinar seus livros
    mercantis. Neste caso, logicamente, o OUTORGANTE deverá ser a empresa (pessoa jurídica que quer autenticar os livros).
    g) ONDE LEVAR MEU LIVRO PARA AUTENTICAR: Os contadores devem ser orientados de que os livros devem sempre ser levados
    a autenticação no escritório regional do município onde o contador tenha seu domicilio profissional, ou no município mais próximo, caso
    no seu não tenha. h) LIVROS DIGITAIS: ainda não possuimos maiores informações pois estamos dependendo do Conselho Federal de
    Contabilidade e do DNRC que irão, respectivamente, propor e implantar os modelos.
    h) EXTRAVIO, DETERIORAÇÃO ou DESTRUIÇÃO de qualquer instrumentos de escrituração mercantil , deverá apresentar Declaração
    dos fatos de forma minuciosa, qualificação da empresa e dos Diretores, Sócios ou Empresário datado e assinado em 3 vias, uma via da publicação
    em jornal de grande circulação no local do estabelecimento relatando o fato e requerimento na cor de acordo com o tipo jurídico citado acima,
    mais taxa DARE R$ 30,00 (trinta reais), código do ato 209, descrição “comunicação de extravio de instrumentos de escrituração”.
    1
    i).Nos casos em que o Empresário/Contabilista esqueceu de autenticar livros anteriores, é necessário os mesmos procedimentos no item acima,
    “h” , menos a publicação no jornal, código do Ato 310, descrição do ato “documentos de interesse do Empresa/Empresário”.
    j) RETIFICAÇÃO de instrumentos de escrituração mercantil, conforme artigo 5º da INDNRC nº 102/06, “A retificação de lançamentos feito
    com erro, em livro já autenticado pela Junta Comercial, deverá ser efetuada nos livros de escrituração do exercício em que foi constatada a sua
    ocorrência, observadas as Normas Brasileiras de Contabilidade, não podendo o livro já autenticado ser substituído por outro, de mesmo número
    ou não, contendo a escrituração retificada.”
     
    Imprimir - 2 Cartório Ribeirão Preto Indica - 2 Cartório Ribeirão Preto
     
    Untitled Document
     
    2 cartorio rp - Dúvidas
    Envie-nos sua:
    sobre a informação acima
    Nome:
    E-mail: 
    Fone: 
    Cidade:
    Texto:
    Verificação de Imagem
    Por favor digite as quatro letras ou dígitos que aparecem na imagem.
    2 cartorio rp

     
    Nã há comentários sobre o texto acima.
     
    Separador - 2 Cartório Ribeirão Preto
     
     
    Untitled Document
    Registro Civil Serviços - 2 Cartório Ribeirão Preto
     
     
    Untitled Document
    Untitled Document
    Menu
    Empresa
    Registro Civil
    Edital
    Atualidades
    Links Úteis
    Notícias
    Legislação
    Contato
    Onde Estamos
    Serviços
    Autenticação
    Reconhecimento de Firma
    Nascimento
    Óbito
    Livros Mercantis
    Procuração
    Averbação
    Casamento
    Certificação Digital
     
     
    Onde Estamos
    Rua Coronel Luiz da Cunha,669
    Vila Tibério - Cep 14050-040
    Ribeirão Preto - São Paulo
    Fone: (16) 3625-1050/ 3625-9358
    Copyright 2014 | Segundo Cartório Oficial de Registro Civil de Ribeirão Preto- Todos os direitos reservados. by vianett